quinta-feira, março 22, 2012

CONTRA A MÁFIA DO ROUBO E FURTO DE VEÍCULOS EM MANAUS

MEGA-OPERAÇÃO "CARRUAGEM DE FOGO" FOI DEFLAGRADA PELAS POLÍCIAS CIVIL E MILITAR

Numa sala do BPE foi montado um cartório onde escrivãos e delegados trabalharam bastante durante toda a operação

Foi realmente uma mega-operação, com uma estrutura e logística das maiores que a Polícia Civil e a Polícia Militar já montaram para combater o crime e prender pessoas envolvidas em receptação, roubo, furto, adulteração, clonagem e falsificação de documentos de carros e motocicletas. O delegado Geral Mário César Nunes e o comandante geral da PM, coronel Almir David, coordenaram juntos a Operação "Carruagem de Fogo", deflagrada a partir das 06 horas desta quinta-feira, tendo com base as dependências do Batalhão de Policiamento Especializado (BPE) no Conjunto Dom Pedro I, na zona Centro-Oeste.
Carros e motocicletas apreendidos logo no começo da manhã foram levados para o pátio do BPE

No inícios os policiais que saíram para as ruas levaram em mãos, 14 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão preventiva, fazendo as equipes se espalharam por toda a cidade de Manaus, onde estavam domiciliados os "alvos", com são chamadas as pessoas investigadas e com ordem da Justiça para serem localizadas e presas. Logo ás 09 horas, dois carros e três motocicletas já estavam chegando apreendidos e foram colocados no pátio interno do BPE, para serem periciados e passaram por uma revista completa, seguindo osdens superiores e todas as etapas estabelecidas pelo comando maior da Operação Carruagem de Fogo.

A Operação conjunta de Polícia Civil e Polícia Militar foi uma das maiores realizadas no decorrer deste ano

Peças e acessórios de motocicletas e carros foram apreendidos durante cumprimento dos mandados de busca e apreensão, mas os policiais civis e militares também levaram para a base da operação, documentos de veículos, Comnputadores e até armas de fogo, apreendidas nas casas dos acusados. Até o final da manhã, não havia notícia de resistência a prisão ou qualquer necessidade de uso de força mais severa para que a Operação Carruagem de Fogo, fosse tumultuada, da maneira que queriam o delegado geral Mário César Nunes e o comandante geral da Polícia Militar, coronel Almir David.
Comandante da Pm, coronel Almir Davi também foi parceiro juntamente com sua tropa, nesta grande operação

Polícia vai continuar trabalhando para cumprir todos os Mandados de prisão
Policial civil, Sérgio, mostra espingarda apreendida em uma das ações que ele e os colegas realizaram logo que a operação teve início


Depois das 10 horas da manhã começou a cair sobre toda a cidade de Manaus uma forte chuva, com ventos fortes e isso pode ter atrapalhado um pouco o andamento da Operação Carruagem de Fogo. Os dois helicópteros utilizados na operação, por exemplo, que vinham sendo fundamentais para a monitoração aérea, tiveram que voltar para a base. Os contratempos aconteceram, mas o delegado geral Mário César Nunes e o comandante geral, concordaram que este foi apenas o início da Operação Carruagem de Fogo, garantindo que os mandados de prisão e de busca e apreensão que não foram cumpridos nesta quinta-feira, vão continuar em aberto.

Delegado Geral Mário César coordenou o tempo todo as manobras dos policiais civis durante o cumprimento dos mandados

O importante é que já se sabe quem são os principais envolvidos em roubos, receptações, furtos e desmanche de carros e motocicletas, e foi por isso que foram realizadas investigações e escutas telefônicas autorizadas pela Justiça, durante meses, para se chegar a deflagrar uma operação desse porte. E de posse dessas informações e índícios muito forte contra os acusados, a Polícia Civil conseguiu tantos mandados de prisão e mandados de busca e apreensão, porque provas foram apresentadas e a justiça deferiu todos os pedidos feitos através da DERFD, que é a especializada dessa modalidade de crime.


Carros apreendidos passaram por uma revista geral no pátio do PBE
Integração e participação das duas polícias são louváveis na Segurança Pública do AM

Motocicletas apreendidas também foram periciadas tão logo chegaram no BPE

 
E é pensando assim que Moacir Maia e a diretoria do Sinpol inteira, esperam que a Polícia Civil e a Polícia Militar, através de todos os seus integrantes, desencadeando mega-operações como a "Carruagem de Fogo", constituam as provas que o governador Omar Aziz, também merece ter e ver lado a lado com a sociedade, depois de conceder todos os benefícios salariais e revitalizar, toda a estrutura operacional da PC e da PM com um investimento milionário e inedito na Segurança Pública do Amazonas.

Helicóptero Esquilo também foi usado no monitoramento aéreo da Operação

O presidente do Sinpol-Am parabeniza o delegado geral, Mário César Nunes, o comandante geral da PM, coronel Almir David e todos os demais policiais civis e militares que estiveram empenhados nesta operação e entende que a população amazonense também está aplaudindo o empenho de todos os policiais militares ou civis, nessa jornada cada vez maior contra o crime. Acertou o jovem presidente do Sinpol-Am, Moacir Maia quando disse turante toda a campanha salarial, que uma polícia reconhecida e com salário justo, representa mais segurança e credibilidade junto à sociedade.


Policial civil chega com um dos acusados preso logo nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira


Mais dois presos chegaram por volta das 9 horas depois de serem localizados por policiais civis do DRCO

 A Polícia Civil estava com força total na operação e nesta imagem os peritos averiguam um carro apreendido

 
Delegado Sinval, titular da DERFV, confirmou que foram meses de escutas telefônicas e monitoramento dos acusados



ADMINISTRAÇÃO - POR UM SINPOL FORTE
PRESIDENTE - MOACIR MAIA
ASSESSOR DE IMPRENSA - ALMIR CARDOSO


(almircardoso1@hotmail.com)

* Escreva para nós e colabore com o Blog do Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Amazonas. Ele é seu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.